Blog - Faces e Vozes da Recuperação

Artigos novos toda semana.

Mudando a Água

agua

Em 21 de maio de 2005, David Foster Wallace abriu seu discurso de formatura no Kenyon College com a seguinte história.
Há dois peixes jovens nadando juntos e eles encontram um peixe mais velho nadando para o outro lado, que acena para eles e diz “Bom dia, rapazes. Como está a água? ”E os dois peixes jovens nadam um pouco, e então um deles olha para o outro e diz“ O que diabos é água?

 

Cada um de nós nada numa mistura cultural quase invisível de palavras, idéias, atitudes, imagens e sons que constituem o estágio pessoal sobre o qual as ações de nossas vidas diárias se desdobram. Esses elementos contextuais quase invisíveis de nossas vidas estão tão profundamente embutidos que eles raramente entram em nossa percepção consciente. No entanto, eles exercem uma profunda influência sobre como nos vemos e nosso relacionamento com o mundo. Eles conferem ou negam valor pessoal, transmitem nosso grau de segurança e vulnerabilidade e nos impregnam de esperança ou desesperança.
A “água” compartilhada a que Wallace se refere inclui atitudes culturais em relação à recuperação da dependência e à dependência própriamente dita. Os defensores da recuperação há muito sabem que essas águas culturais podem nutrir ou extinguir os esforços para prevenir ou resolver problemas com o álcool e outras drogas. Quando falamos sobre o papel que o estigma social desempenha na inibição da busca de ajuda e na prevenção da integração de pessoas em recuperação na vida da comunidade, são essas águas de que falamos.
Aqueles de nós que começam a ajudar as pessoas a resolverem estes problemas a nível intrapessoal, muitas vezes, chegam a um momento “Ah Ha”, no qual eles vêem um desafio maior diante deles. Em um avanço de percepção, enfrentamos dois dilemas essenciais e interligados.
Primeiro, há a consciência de estar, no final de uma linha de montagem, expelindo almas quebradas em um ritmo cada vez maior e a percepção de que, apesar do nosso serviço às pessoas, estamos fazendo nada para diminuir esta maquinaria de destruição pessoal.
Em segundo lugar está a consciência de que as pessoas estão buscando iniciar e manter a recuperação dentro das comunidades que oferecem pouco ou nenhum espaço físico, psicológico ou cultural dentro da qual a recuperação possa florescer e que, na verdade, impedem os esforços de iniciação recuperação e manutenção. Aqueles de nós que buscam curar a pessoa quebrada são muitas vezes inicialmente cegos aos arranjos de poder que infligem tais feridas e impõem tais obstáculos à cura. A água dentro da qual o ajudante e o ajudado, ambos ,nadam deve se tornar visível se uma cura maior ocorrer.
Como David Foster Wallace sugere: “O objetivo da história do peixe é simplesmente que as realidades mais óbvias e importantes são frequentemente as mais difíceis de ver e de se falar.” À medida que nos envolvemos inevitavelmente nos detalhes diários dessa ou daquela defesa de recuperação ou atividade de apoio, não devemos perder de vista o fato de que o que estamos tentando fazer é mudar a natureza da água na qual todos nós estamos nadando. Hoje nós ligamos as feridas individuais; amanhã transformaremos nossas comunidades em santuários nos quais essas feridas se tornarão cada vez mais raras. Dentro do movimento Wellbriety ( Bem Estar ), essa comunidade transformada é entendida como uma “Floresta Curativa”.
Na Estrada Vermelha para Wellbriety (Bem Estar), o indivíduo, a família e a comunidade não estão separados; eles são um. Ao se ferir um, ferimos todos; curar um é curar tudo. –A estrada vermelha para Wellbriety
Essa é uma visão de recuperação da comunidade que não devemos perder.

Tradução: Elaine Camarini

Autor: William Whitte / Publicação com direitos reservados para Faces & Vozes da Recuperação no Brasil.

 

Assine nossa Newsletter e receba informações importantes.

Calendário - Blog

Espere um minuto, enquanto nós estamos renderizando o calendário

Postagens - Blog

ptenfrdees
© 2018 Faces e Vozes da Recuperação no Brasil. Desenvolvimento: Matize Digital

 

logo site

Faces e Vozes da Recuperação no Brasil:  Recuperação - Dependência Química - Álcool - Tábaco - Drogas - Tratamento - Adicção

Painel | Quem Somos | O Projeto | Apoiar | PosicionamentoBlog |  Contato

Venha participar conosco do Faces e Vozes da Recuperação no Brasil! Seja você também um voluntário e ajude as pessoas que se encontram em recuperação, para que essas se mantenham em recuperação!